Mas afinal, o que faz a médica de família e comunidade?

Por: Bárbara


Eu tive um professor na faculdade que dizia que você nunca ouviria de um médico de família "isso não é comigo", mesmo que precise da ajuda de um outro médico ou profissional da saúde. Acho que é uma boa forma de explicar quem são os MFC, onde vivem, o que comem…


A medicina de família e comunidade é uma especialidade médica, e para ser especialista nessa área, a médica tem que passar por uma residência médica de 2 anos, ou fazer uma prova de obtenção de título de especialista após experiência comprovada na área. Potato potato. Mas e daí? O que essa médica faz? Por que euzinha me consultaria com uma médica de família e comunidade?


A médica de família e comunidade é uma médica generalista, e portanto atende pessoas de todas as idades (crianças, adolescentes, adultos, idosos), em qualquer dos ciclos de vida (puericultura, gestação, puerpério, envelhecimento). Atende pessoas que buscam auxílio para a manutenção de sua saúde, e atende pessoas com algum tipo de adoecimento.


Nessa formação complementar para se tornar especialista, as médicas desenvolvem habilidades de comunicação, de gestão, de clínica, de procedimentos ambulatoriais, o que faz com que consigam resolver a maioria das questões de saúde da população que atendem (e aquilo que não conseguem resolver sozinhas, indicam o caminho e coordenam o cuidado observando a pessoa em sua integralidade). Realizam atendimentos em diversos contextos para além do consultório médico (domicílio, espaços comunitários), e frequentemente aplicam práticas integrativas complementares (auriculoterapia, fitoterapia).


No Brasil, a médica de família e comunidade tem a cara do SUS. A atenção básica do SUS tem essa característica de estar pertinho da casa das pessoas, do trabalho, do lazer, dos amigos, da família, e por isso faz parte do contexto de vida delas. E como a equipe de saúde da família normalmente atende a população de um território definido, ela é considerada um recurso de saúde daquele grupo de pessoas, e vai desenvolvendo habilidades específicas para cuidar cada vez melhor dele. A equipe vai aprendendo com a população e vai se tornando especialista nas pessoas que atende… Essa é uma das razões para ter um médico de família para te acompanhar. Mas a gente vai falando mais sobre isso.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo